4/07/2019

11/02/2018

Não Vejo Fim em Finados


NÃO VEJO FIM EM FINADOS
                       Autor:Lucarocas

Não vejo fim em finados
Pra aquele que já partiu
Vejo os caminhos traçados
De quem a missão cumpriu
E que no momento certo
Teve seu corpo liberto
Da alma que evoluiu.

Talvez haja uma saudade
Dentro do peito da gente
Pois em nossa vaidade
Queremos sempre presente
Aquele que se quer bem
E de certo não há quem
Sinta saudade do ausente.

Muitas vezes ao perder
É que vamos dar valor
Quando nos chega o sofrer
Nos sentimos perdedor
E lembramos nessa vida
Pra essa pessoa perdida
Deixamos de dar amor.

Agora sem ter mais jeito
De um retomar de missão
Sentemos dentro do peito
Um vazio em solidão
E para não levar culpas
Pedimos nossas desculpas
Com preces e oração.

Por isso em tempo presente
Vamos todos ser amados
Para quando um for ausente
Não nos sentirmos culpados
Vamos semear amores
E em vida darmos flores
Pra não ter fim em finados.

LUCAROCAS  A Arte de Ser...
(85) 98897-4497 (Fone – Whats)
artedeser@lucarocas.com.br


10/06/2018

O MEU TOQUE NO SEU PEITO





O MEU TOQUE NO SEU PEITO
                              Autor: Lucarocas

Numa noite de emoção
Senti seu riso brilhante
Seu olhar se fez canção
Iluminando o semblante
E num encontro de vinho
Senti na boca o carinho
Do beijo mais delirante.

E eu assim bem tranquilo
O seu corpo acarinhei
E fui tocar seu mamilo
E com calma segurei
E sem ter nenhum receio
Minha mão se encheu de seio
Na hora que lhe beijei.

E acarinhando seu peito
Num clima sem alvoroço
Sobre seu corpo me deito
Beijando o seu pescoço
Mas no toque que fazia
Na minha mão eu sentia
Um volume de caroço.

Na noite desse prazer
Nos amamos até tarde
Mas ali não quis dizer
Nada pra fazer alarde
E nessa noite de amor
Fiquei pensando na dor
Que talvez seu peito guarde.

Olhando a sua beleza
Eu fui então lhe acordar
E com carinho e leveza
É que eu fui lhe contar
E depois daquela prosa
Lembrei do Outubro Rosa
Pra ela se consultar.

Com firmeza de quem quer
Nunca deixar se abater
Deu seu riso de mulher
E foi me agradecer
Pois com carinho no leito
Fui descobrir em seu peito
Nova forma de viver.

E essa mulher amada
Em Deus se tornou valente
Agradeceu ser tocada
De um modo diferente
E se tornou mais segura
Pois houve tempo pra cura
Daquele seio doente.

E hoje em nosso enlaço
Eu ajo do mesmo jeito
Lhe acolho em meu abraço
Nela não vejo defeito
E para o nosso prazer
Eu continuo a fazer
O meu toque no seu peito.


LUCAROCAS
A Arte de Ser...

(85) 98897-4497 (oi – whats)
99985-7789 (tim)
www.lucarocas.com.br

Lucarocas A Arte de Ser...

Encontre-se

Lucarocas A Arte de Ser... ENCONTRE-SE! Uma reflexão para hoje, e sempre.

Nossas Postagens